Fique por Dentro
 
 
  • Imprima esta Matéria
  • Envie para um amigo
  • Deixe seu Comentário
  • Converta a matéria em Pdf
  • Assine nosso Rss
  • Compartilhe no Facebook
  • Compartilhe no Orkut
  • Compartilhe no Twitter
  Link:  

Hoje é dia de... obra. Conheça a ciência que há por trás do tema

Publicada em  04/09/2014 às 02h06

Em todos os lugares, é possível aprender lições de física e química. No canteiro de obras não é diferente. Alexandre Henderson visita uma área em construção e mostra toda ciência que existe por trás da construção civil. Está curioso? Confira!Obra, em geral, dá muito trabalho, atrasa e enlouquece os vizinhos. Mas isso muda quando acontece um mutirão. No fim de semana, todos colocam a mão na massa e aceleram a construção, diminuindo os transtornos. Vizinhos, parentes e amigos ajudam na hora de arregaçar as mangas. Alexandre Henderson mostra como funciona essa cooperação e como todos saem ganhando. (Veja no vídeo acima)Você sabia que é possível fazer tijolo com lixo? Já é conhecida a técnica de usar material reciclável, mas agora é possível utilizar lixo orgânico para fabricar blocos. O mestre em Tecnologia Luis Fernando Carvalho idealizou os tijolos orgânicos e explica como é possível construir utilizando restos de comida, papel moeda e algodão.(Assista ao vídeo ao lado).Em uma área dominada pelos homens, as mulheres também desempenham um papel de destaque. É o que Alexandre Henderson mostra no terceiro bloco do Hoje é dia de... obra. Cada vez mais mulheres pegam pesado e dividem o trabalho com os homens de igual para igual. A engenheira civil Denise Gravina idealizou, em 2007, o projeto Mão na Massa. Desde então, a iniciativa capacita mulheres do Rio de Janeiro a trabalharem na construção civilConstrução civil é uma das indústrias com maior desperdício de material: a cada três prédios construídos em obras de grande porte, acaba desperdiçado. Hoje com uma maior preocupação ambiental foram criados novos processos na cadeia de produção, sendo possível o reaproveitamento desse mateiral;De acordo com Ana Lobo, coordenadora de Meio Ambiente, a madeira é um bom exemplo de reciclagem: a mesma madeira pode ser reutilizada de 8 a 20 vezes, dependendo do empreendimento. O que não pode ser reaproveitado é triturado e usado como combustível em fornalhas, na produção de telhas e tijolos.

 
 
 
0  
Nenhum Comentário ou aguardando aprovação



 
 
 
 
     
  Tabuleiro - MG
WhatsApp: 0xx32 8415-0966
Todos os direitos reservados!  2012